Ana Paula Coelho Fagundes

Por: Célia Regina

Vespasiano (MG)

Com o objetivo de unir famílias e escola, trazendo pais e responsáveis para o ambiente educativo, a professora Ana Paula criou o projeto Olimpíada Ecológica. Participaram 144 alunos com idades entre 4 e 5 anos.

Ana Paula Aparecida Fagundes é graduada em Pedagogia e pós-graduada em Supervisão, Orientação e Inspeção Escolar. Há 10 anos, atua na Educação Intantil na Rede Municipal e, há dois anos, vem atuando como professora especializada (Literatura, Projeto, Música e Recreação) na Instituição Creche Municipal Áurea Januária Fagundes Perdigão.

A educadora criou um projeto de 10 etapas, em que cada uma proporcionava pontuações de acordo com a adequação à atividade. Todas elas tinham relação à conscientização ambiental, preservação ecológica e união aluno-responsável.

A primeira atividade consistiu em reunir pais, responsáveis e educadores para explicar o projeto e alinhar todas as expectativas. Em seguida, foi apresentado um teatrinho sobre meio ambiente.

Depois, os alunos tiveram que trazer fotos de lugares onde o acúmulo de lixo era inconsciente/inconsequente e, juntos, criaram um painel com todas as fotos.

A professora separou uma parte da sala de aula para expor todas as atividades e pontuações da Olimpíada Ecológica.

Entre as tarefas em sala, estavam a confecção de cartazes com dicas de conscientização, confecção de brinquedos com materiais recicláveis, fazer receitas com os alunos em que fossem reaproveitados alimentos, plantação de mudas e confecção de panfletos com propostas para meio ambiente.

A professora também convidou o responsável sobre Coleta Seletiva da cidade para explicar a importância de separar o lixo e da reciclagem.

Também foi feita uma entrevista com os pais, na qual foram levantadas questões sobre meio ambiente, como reciclagem, reutilização de embalagens e redução de lixo.

Os alunos foram encorajados a fazer uma autoavaliação, mostrando em gráficos a evolução do pensamento ecológico, tanto deles mesmos quanto da família.

No fim, o aluno com maior pontuação recebeu uma medalha feita de material reciclado. Foi feita uma cerimônia de premiação, na qual foram chamadas autoridades da cidade e responsáveis pela Secretaria do Meio Ambiente.